Notícia

Concurso TSE Unificado tem edital publicado com 395 vagas + CR

Foi publicado o edital do concurso unificado da Justiça Eleitoral. O Concurso TSE Unificado oferta 395 vagas, sendo 126 para cargos de analista judiciário e 269 para cargos de técnico judiciário, além da formação de cadastro reserva.

As vagas serão distribuídas entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e 26 tribunais regionais eleitorais (TREs). Apenas o TRE de Tocantins ficou de fora, uma vez que há concurso válido para o órgão em andamento.

As normas gerais para o certame foram estabelecidas pela Resolução TSE nº 23.724, de 10 de outubro de 2023, que prevê a reserva de 20% de vagas para pessoas negras, 10% para pessoas com deficiência e 3% para pessoas indígenas.

Resumo do Concurso TSE Unificado

  • Órgão: Tribunal Superior Eleitoral
  • Situação: edital publicado
  • Banca: Cebraspe
  • Vagas: 395 + CR
  • Cargos: Analista e Técnico
  • Escolaridade: nível superior
  • Salário: até R$ 13.994,78
  • Inscrições: de 4/6 a 18/7
  • Prova: 22/9

Confira a seguir as especialidades ofertadas no Concurso TSE Unificado:

Veja a distribuição de vagas:

  • Analista judiciário da área administrativa (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área administrativa, com especialidade em contabilidade (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em arquitetura (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em arquivologia (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em biblioteconomia (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em enfermagem (30 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em engenharia civil (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em engenharia elétrica (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em engenharia mecânica (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em estatística (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em medicina – clínica médica (20 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em medicina – psiquiátrica (20 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em medicina – medicina do trabalho (20 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade odontologia (30 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em psicologia (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em serviço social (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área de apoio especializado, com especialidade em tecnologia da informação (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área jurídica (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Analista judiciário da área administrativa (40 horas trabalhadas) – R$ 13.994,78;
  • Técnico judiciário da área administrativa, com especialidade em policial judicial (40 horas trabalhadas) – R$ 9.773,56.
  • Técnico judiciário de apoio especializado, com especialidade em programação de sistemas (40 horas trabalhadas) – R$ 8.529,65.

O concurso é composto pelas seguintes fases:

a) provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos;
b) prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário;
c) teste de aptidão física, de caráter eliminatório, somente para o cargo de Técnico Judiciário -Área: Administrativa – Especialidade: Agente da Polícia Judicial;
d) avaliação de títulos, de caráter classificatório, somente para os cargos de Analista Judiciário.

A previsão é que as provas escritas sejam aplicadas em todo o país no dia 22 de setembro de 2024.

As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de Analista Judiciário terão a duração
de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas no turno da manhã.

As provas objetivas para os cargos de Técnico Judiciário terão a duração de 3 horas e 30
minutos e serão aplicadas no turno da tarde.

Posts Relacionados